Results for POLÍTICA

Bolsonaro Visita Obra no Interior do RN e Trabalhadores Fazem “L” de Lula Em Foto Com Ele

 Bolsonaro visita obra no interior do RN (Foto: Reprodução)
  

Episódio aconteceu na cidade de Jucurutu, no interior do Rio Grande do Norte

Durante passagem por Jucurutu, no interior do Rio Grande do Norte, para liberação de R$ 38 milhões necessários para conclusão da Barragem de Oiticica, que está com mais de 90% do serviço executado, Bolsonaro fez uma visita técnica ao local e pousou para fotos com os trabalhadores, que fizeram um “L” de Lula.

Na cidade do interior do Rio Grande do Norte localizada na região do Seridó, Bolsonaro obteve apenas 22,49% dos votos contra 77,51% de Fernando Haddad (PT), nas eleições de 2018. De acordo com a jornalista Thaísa Galvão, a foto cfom is trabalhadores da Barragem de Oiticica foi encaminha à imprensa nacional pela assessoria de imprensa do ministro potiguar, Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional).

 

 

 

#Fonte: Brasil 247

Por Mirella Lopes, da Agência Saiba Mais

Bolsonaro Visita Obra no Interior do RN e Trabalhadores Fazem “L” de Lula Em Foto Com Ele Bolsonaro Visita Obra no Interior do RN e Trabalhadores Fazem “L” de Lula Em Foto Com Ele Reviewed by Canguaretama De Fato on 24.6.21 Rating: 5

Por 7 a 4, STF Confirma Decisão que Tornou Moro Parcial em Processo do Ex-Presidente Lula


O STF (Supremo Tribunal Federal) declarou hoje que o ex-juiz Sérgio Moro foi parcial ao julgar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no processo do tríplex do Guarujá (SP). Por 7 votos a 4, o tribunal confirmou uma decisão da Segunda Turma, de abril, que decretou a suspeição de Moro nesse caso, no qual o ex-presidente petista foi condenado em julho de 2017.

Com isso, todas as medidas tomadas pelo ex-magistrado nesse caso serão anuladas e o processo terá que ser retomado da estaca zero na Justiça Federal de Brasília, para onde o processo foi transferido em abril.

O plenário da Corte já havia formado maioria a favor desse entendimento no dia 22 de abril, por 7 votos a 2. Na ocasião, os votos contrários foram dos ministros Edson Fachin e Luís Roberto Barroso. Na sequência, porém, o ministro Marco Aurélio Mello pediu vista do processo para analisar os autos e o julgamento foi retomado hoje para conclusão.

Marco Aurélio e o presidente do Supremo, Luiz Fux, votaram em sentido contrário, contra a suspeição de Moro, mas o placar ficou em 7 a 4 a favor do petista. Em seu voto, Marco Aurélio criticou a decisão da maioria dos colegas e declarou que "o juiz Sérgio Moro surgiu como verdadeiro herói nacional".

Na prática, a declaração de suspeição anula todas as decisões de Moro no processo do tríplex. Com isso, serão invalidadas todas as medidas tomadas pelo ex-magistrado nesse caso, desde o recebimento da denúncia do MPF (Ministério Público Federal) até a sentença. Todas as provas colhidas nesse processo estão anuladas e não poderão ser usadas pela Justiça Federal do DF. Outros três processos contra Lula que estavam no Paraná também foram transferidos para Brasília.

Apesar de anular o processo do tríplex, a declaração de suspeição não significa nenhuma punição individual a Moro. 
 
 
 
 
#Fonte: Uol
Por 7 a 4, STF Confirma Decisão que Tornou Moro Parcial em Processo do Ex-Presidente Lula Por 7 a 4, STF Confirma Decisão que Tornou Moro Parcial em Processo do Ex-Presidente Lula Reviewed by CanguaretamaDeFato on 24.6.21 Rating: 5

CPI APROVA PEDIDO DE AUDITORIA PARA TCU APURAR GASTOS DA UNIÃO COM ‘MOTOCIATAS’ DE BOLSONARO

 

Foto: Alan Santos/PR

A CPI da Covid aprovou nesta quarta-feira (23) um pedido para que o Tribunal de Contas da União (TCU) apure os gastos com recursos públicos durante as ‘motociatas’ realizadas pelo presidente Jair Bolsonaro.

Os passeios do presidente geram gastos com a organização do evento, entre eles a mobilização de aeronaves oficiais, helicópteros, batedores, combustível e diárias para os agentes da segurança presidencial.

Somente durante a “motociata” de Bolsonaro do último dia 12 de junho, a Secretaria da Segurança Pública de São Paulo estimou um gasto de mais de R$ 1,2 milhão com o reforço no policiamento na capital paulista e na região de Jundiaí.

Os gastos, porém, tendem a ser maiores, já que o número é referente apenas a gastos do governo estadual. Na ocasião, o presidente participou de evento intitulado “Acelera para Cristo”, e passou por vias da capital paulista antes de ir até Jundiaí. No total, o trajeto foi de cerca de 120 quilômetros.

Antes, no dia 23 de maio, Bolsonaro realizou um passeio de moto no Rio de Janeiro.

 

 

 

#Fonte: G1

CPI APROVA PEDIDO DE AUDITORIA PARA TCU APURAR GASTOS DA UNIÃO COM ‘MOTOCIATAS’ DE BOLSONARO CPI APROVA PEDIDO DE AUDITORIA PARA TCU APURAR GASTOS DA UNIÃO COM ‘MOTOCIATAS’ DE BOLSONARO Reviewed by Canguaretama De Fato on 23.6.21 Rating: 5

Capitais Registram Manifestações Contra o Governo de Bolsonaro

Manifestações contra o governo de Jair Bolsonaro ocorrem neste sábado (19) em capitais pelo Brasil. Os manifestantes pedem mais vacinas contra o coronavírus, a volta do auxílio emergencial no valor de R$ 600 e o impeachment do presidente.

Os protestos ocorrem ao longo do dia. As manifestações iniciaram no Rio de Janeiro, em Brasília, no Recife e em Goiânia. Em São Paulo, o protesto deve ocorrer no período da tarde, na Avenida Paulista.

Em Brasília, dois movimentos foram organizados. Na Esplanada dos Ministérios, ocorre uma passeata. Os manifestantes fazem um percurso com faixas e bandeiras. Uma carreata também ocorre tendo como destino final a Esplanada dos Ministérios. Porém, os dois grupos não se encontrarão.

Protesto em Recife | Foto: reprodução CNN Brasil

Em Pernambuco, os manifestantes utilizavam máscaras. Em maio, em protesto similar ocorrido no Recife, policiais atiraram balas de borracha e spray de pimenta contra manifestantes. Duas pessoas que não participavam do ato perderam parte da visão.

Concentração em Goiânia | Foto: reprodução CNN Brasil

Em Goiânia, a concentração ocorre na sede do governo estadual. Os organizadores não têm estimativa de quantas pessoas compareceram ao ato.

Protesto no Rio de Janeiro | Foto: reprodução/CNN Brasil

Já no Rio de Janeiro, uma passeata acontece onde fica o Monumento a Zumbi dos Palmeiras, na Avenida Presidente Vargas. Eles devem seguir até a Igreja da Candelária.

 
 
 
 
 
#Fonte: Poder 360 e CNN Brasil
Capitais Registram Manifestações Contra o Governo de Bolsonaro Capitais Registram Manifestações Contra o Governo de Bolsonaro Reviewed by Canguaretama De Fato on 19.6.21 Rating: 5

OPERAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA COMETIMENTO DE CRIMES ELEITORAIS EM MUNICÍPIO DO RN; DOIS VEREADORES E EX-PARLAMENTAR SÃO PRESOS

 

 Fotos: Divulgação

O Ministério Público Eleitoral deflagrou nesta sexta-feira (18) uma operação que visa investigar supostos crimes de falsidade ideológica eleitoral, lavagem de dinheiro, peculato e associação criminosa em Parnamirim, na região metropolitana de Natal.

A Operação Dízimo cumpre mandados de prisão temporária e outros de busca e apreensão no município. Pelo menos dois vereadores de Parnamirim foram presos.


Em nota, a Câmara Municipal de Parnamirim informou que “acompanha com atenção a operação realizada na data de hoje (18), pelo Ministério Público Eleitoral, sobre fatos relacionados às Eleições 2020 na cidade de Parnamirim, colocando-se desde já à disposição para auxiliar no esclarecimento de todos os fatos”.

A ação conta com a participação de 15 promotores de Justiça, 17 servidores do MP e 68 policiais militares.

Foram presos:

A Operação Dízimo prendeu dois vereadores e um ex-vereador de Parnamirim, por suspeita de crimes eleitorais. Além deles, também foram detidos um ex-assessor e o presidente de um time de futebol.

Ao todo, a operação cumpriu 5 mandados de prisão temporária e outros 10 de busca e apreensão na cidade. Além de detidos, os vereadores foram afastados dos cargos por seis meses. Os supostos crimes investigados são falsidade ideológica eleitoral, lavagem de dinheiro, peculato e associação criminosa

–  Ítalo de Brito Siqueira, vereador

–  Rhalessa Cledylane Freire dos Santos, vereadora

–  Alex Sandro da Conceição Nunes da Silva, ex-vereador

Sandoval Gonçalves de Melo, ex-chefe de gabinete de vereador, presidente do partido Solidariedade no município e presidente do clube de futebol Visão Celeste.

–  Danilo Rodrigues Peixoto de Vasconcelos, diretor do clube de futebol Visão Celeste.

Após as prisões, os envolvidos foram levados a um prédio do Ministério Público para prestar depoimento.

Os advogados do vereador Ítalo Siqueira (PSDB) informaram que ainda não tiveram acesso ao processo que culminou com sua prisão temporária. “No entanto, tão logo tomem conhecimento de todos os fatos, tudo será esclarecido com a maior transparência possível, pois acreditamos em Deus, na Justiça e no nosso trabalho”. Com informações do G1/RN.

Crimes eleitorais

Para o MP Eleitoral, o ex-vereador Alex Sandro, na condição de presidente de fato da associação Proamfa, junto com vereadores Ítalo Siqueira e Rhalessa dos Santos, atuavam diretamente na busca de fontes de recursos para entidade, convencendo vereadores a destinarem emendas parlamentares à associação. O objetivo, segundo o MP, seria o desvio dos recursos públicos para finalidade eleitoral.

A atuação do grupo já havia sido alvo de uma outra operação do MP Eleitoral. Dos cinco presos nesta sexta, três já haviam sido denunciados por crimes eleitorais e associação criminosa, segundo o MP: Alex Sandro, conhecido por pastor Alex; Sandoval de Melo, conhecido como pastor Sandoval; e Danilo de Vasconcelos, também denominado pastor Danilo.

Esses três foram alvos da operação Mateus 7:15, deflagrada em novembro de 2020. Com auxílio do MPRN, foram apreendidos aproximadamente R$ 70 mil em espécie faltando poucos dias das eleições municipais, em endereços vinculados ao ex-vereador.

OPERAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO INVESTIGA COMETIMENTO DE CRIMES ELEITORAIS EM MUNICÍPIO DO RN; DOIS VEREADORES E EX-PARLAMENTAR SÃO PRESOS OPERAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO  INVESTIGA COMETIMENTO DE CRIMES ELEITORAIS EM MUNICÍPIO DO RN; DOIS VEREADORES E EX-PARLAMENTAR SÃO PRESOS Reviewed by Canguaretama De Fato on 18.6.21 Rating: 5

ANÁLISE: Jair Bolsonaro Tem de Ser Responsabilizado Por Suas Mentiras

 
o boneco Pinóquio, que também mentia muitoImagem: Disney


O presidente Jair Bolsonaro mente muito.

Assim que ele diz uma mentira, a deputada Bia Kicis, o deputado Carlos Jordy, seus filhos Zero Dois e Zero Três e blogueiros "sem limites de remuneração" tratam logo de replicar suas falácias na internet.

Como os acólitos presidenciais assinam o que escrevem, é possível que um dia sejam responsabilizados por seus crimes - alguns até já estão com a polícia bem posicionada nos calcanhares.

Quanto aos textos apócrifos, como o fartamente distribuído ontem, e intitulado "Da possível supernotificação de óbitos causados por Covid-19 no Brasil", é fácil reconhecê-los.

A "deep web" do presidente Bolsonaro tem um estilo inconfundível.

Os textos que ela fabrica vêm com vírgulas salpicadas em qualquer lugar e faltantes onde deveriam constar, trazem abundância de gerúndios e às vezes o uso da palavra "mesmo" como pronome pessoal (em vez de "ele afirmou", dizem "o mesmo afirmou", como nos boletins de ocorrência das delegacias).

Também costumam empilhar muitos números e referências aleatórias a órgãos oficiais de forma a soterrar uma meia verdade com uma escavadeira de mentiras.

Seus autores fazem tudo isso sem corar, porque sabem que a partir de determinado momento a verdade importa muito pouco.

A maior parte das pessoas, diante da opção de acompanhar e destrinchar raciocínios complexos e simplesmente acreditar no que já estão doidas para crer, fica gostosamente com a segunda opção.

O número oficial de mortes por covid-19 no Brasil não está sendo exagerado "para governadores receberem mais recursos", como disse o presidente da República. E muito menos o Tribunal de Contas da União (TCU) atestou essa situação em qualquer documento.

Pelo contrário, o que indicam estudos feitos por cientistas e institutos responsáveis, como o coordenado pelo epidemiologista e professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Paulo Lotufo, é que o número oficial de mortes por covid-19 no Brasil é possivelmente maior do que o divulgado, ou seja, está subnotificado.

O presidente Jair Bolsonaro mente muito. E mesmo quando suas mentiras não ficam um dia de pé, ele sabe que ganha com elas.

Passou da hora de ele ser responsabilizado por isso.





#Fonte: Uol, THAÍS OYAMA




ANÁLISE: Jair Bolsonaro Tem de Ser Responsabilizado Por Suas Mentiras ANÁLISE: Jair Bolsonaro Tem de Ser Responsabilizado Por Suas Mentiras Reviewed by CanguaretamaDeFato on 9.6.21 Rating: 5

OPINIÃO: Bolsonaro Pensa que é Médici e Queria Até Trocar o Técnico da Seleção




Tite vinha sendo acusado nos últimos dias nas redes sociais bolsonaristas de ser um perigoso comunista que quer prejudicar o governo por motivos políticos.

Meio século atrás, nas voltas que a vida dá, sem sair do lugar aqui no Brasil, às vésperas da Copa do Mundo de 1970, no México, um outro técnico da seleção, o polêmico João Saldanha, também foi tirado do cargo pelo governo da época, acusado de ser comunista, mas esse era assumido, nunca escondeu sua carteirinha.


Nem sei o que Tite pensa de política, mas é certo que sua decisão de se unir aos jogadores tem outro motivo: a insanidade de trazer de improviso para o Brasil essa Copa, recusada por outros dois países, em meio à terceira onda da pandemia que já deixou quase 500 mil mortos.

A parceria de Bolsonaro com Caboclo juntou a fome com a vontade de comer: os dois enfrentam sérias crises de governança, por razões diferentes, e resolveram oferecer um pouco de circo para distrair a atônita plateia. Era um bom negócio para os dois e a Comenbol, que já tinha vendido os patrocínios e os direitos de transmissão pela TV (no Brasil, para o SBT de Silvio Santos), e corria o risco de ficar com o mico na mão, depois da desistência de Argentina e Colombia.

Como seria inimaginável promover a Copa aqui sem a participação da seleção brasileira, Bolsonaro resolveu entrar em campo e trocar o técnico, pensando que é a reencarnação do general Garrastazu Médici, o ditador que trocou João Saldanha por Zagalo, um aliado do regime, assim como Renato Gaúcho. E ainda dizem que não se pode misturar futebol com política e que a história não se repete.

Rogério Caboclo já tinha até decidido que, se a seleção de Tite se recusasse mesmo a participar dessa micareta futebolística, outros atletas seriam convocados pelo novo treinador, como informou Lauro Jardim, em sua coluna no Globo.

As questões sanitárias nem entraram em discussão nas negociações de Bolsonaro e Caboclo, que têm problemas mais sérios para resolver nas suas vidas.

O início da Copa América está marcado para o próximo domingo, mas agora ninguém sabe o que pode acontecer.

"Estamos preparados para essa possibilidade de motim", ouviu Jardim de um ministro com assento no Palácio do Planalto.

Quem assume o lugar de Caboclo é o vetusto cartola Antonio Carlos Nunes de Lima, mais conhecido como Coronel Nunes, por ser o mais idoso dos oito vice-presidentes da CBF.

Será que ele manterá o plano acertado com Caboclo para demitir o técnico Tite logo após o jogo de terça, no Paraguai, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, e chamará Renato Gaúcho para o seu lugar? Acho muito difícil.

Ou Tite e os jogadores, apesar da saída de Caboclo, que tinha entrado em conflito com a seleção, levarão adiante a disposição de não disputar essa Copa América no Brasil por razões sanitárias e de bom senso?

Até domingo, muita água ainda vai rolar entre o governo e a seleção. Apertem os cintos, passageiros da agonia deste circo de horrores.

Vida que segue.



#Fonte: Uol; BALAIO DO KOTSCHO


























OPINIÃO: Bolsonaro Pensa que é Médici e Queria Até Trocar o Técnico da Seleção OPINIÃO: Bolsonaro Pensa que é Médici e Queria Até Trocar o Técnico da Seleção Reviewed by CanguaretamaDeFato on 7.6.21 Rating: 5

‘Tratamento Precoce é Como Se Estivéssemos Discutindo de Qual Borda da Terra Plana Vamos Pular’, Afirma Médica Vetada pelo Governo Bolsonaro à CPI da Covid

 Foto: Jefferson Rudy / Jefferson Rudy/Agência Senado

A CPI da Covid ouve nesta quarta-feira a médica Luana Araújo, que ficou menos de duas semanas no cargo de secretária de Enfrentamento à Covid-19 no Ministério da Saúde. Crítica do tratamento precoce, a médica infectologista o comparou à ideia da terra plana. Ela chamou ainda a discussão sobre o uso de medicamento sem eficácia para tratar o coronavírus de “delirante”.

— Essa é uma discussão delirante, esdrúxula, anacrônica e contraproducente. Ainda estamos discutindo uma coisa sem cabimento. É como se estivéssemos discutindo de qual borda da terra plana vamos pular — disse, em respsota ao relator da comissão, Renan Calheiros (MDB-AL).

Renan citou frases do presidente Jair Bolsonaro e questionou a médica sobre a defesa do mandatário pelo tratamento precoce e o estimulo à população em abandonar medidas não farmacológicas, como uso de máscara, distanciamento social, lavar as mãos. Luana respondeu:

— Eu vi declarações de muitas pessoas, também do presidente. A gente precisa multiplicar lideranças com informações corretas. Na hora que qualquer pessoa, independente do seu cargo, sua posição social, defende algo que não tem comprovação cientifica você expõe a população do seu grupo a uma situação de vulnerabilidade — disse Luana, completando: — Todo mundo que diz isso tem responsabilidade do que acontece depois.

Luana foi convidada pelo ministro para ser secretária de Enfrentamento à Covid-19. Dias depois, quando a nomeação dela sequer tinha saído, ela deixou o ministério. Em audiência na Câmara, Queiroga deu a entender que houve veto de Bolsonaro. A medica afirmou que “provavelmente não aceitaria” se fosse convidada hoje para o cargo, principalmente devido à exposição. Ela negou ter conhecimento de um “gabinete paralelo” no governo e também de ter conhecido o filho do presidente Carlos Bolsonaro ou outra pessoa da família.

Sobre as ameaças que recebeu, o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) questionou se foram identificadas, Luana disse que elas sempre foram ligadas ao “pseudo tratamento precoce” e a medidas de tratamento não farmacológico que ela defende. A infectologista também lamentou qualquer a possibilidade do veto ao seu nome para o cargo no ministério estar ligado ao seu posicionamento em favor da ciência:

—- A mim só me resta lamentar. Se foi [o motivo] eu considero trágico.

Defensores do uso de remédios como a cloroquina contra a Covid-19 costumam citar a autonomia médica como justificativa. Luana disse, porém, que a autonomia é baseada em alguns pilares que precisam ser observado.

— Autonomia médica faz parte da nossa prática, mas não é licença para experimentação. A autonomia precisa ser defendida sim, mas com base em alguns pilares. No pilar da plausibilidade teórica do uso daquela medicação, do volume de conhecimento científico acumulado até aquele momento, no pilar da ética e no pilar da responsabilização. Quando junta tudo isso, você tem direito a uma autonomia e precisa fazer o melhor para seu paciente — disse Luana.

Em relação ao papel do Conselho Federal de Medicina (CFM), que também defende que o médico é autônomo e responsável pelos seus atos, Luana disse que é “bastante temerário colocar nas costas dos médicos” a responsabilidade de usar uma medicação que não tem eficácia. Ela citou, por exemplo, que muitos pacientes passaram a exigir medicamentos que não tem comprovação contra o coronavírus.

— Eu considero que a classe médica foi muito exposta. Exposta de uma maneira não positiva neste momento e foi grande parte dela colocada em oposição à população. Muitos médicos se sentiram coagidos.

Sobre o TrateCov, aplicativo desenvolvido pelo Ministério de Saúde para oferecer medicamentos do chamado tratamento precoce, Luana afirmou que ele nunca esteve em “seu radar”.

— Acho que algoritmos técnicos são importantes, mas não podem apontar para terapias que não funcionam — afirmou.

Luana também chamou a atenção para a vacinação da população de Serrana (SP), que alcançou resultados positivos, para dizer como é importante vacinar muita pessoas em pouco tempo. Toda a população adulta da cidade recebeu a CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac e produzida no Brasil pelo Instituto Butantan, como parte de um estudo. O resultado foi uma queda de 95% nas mortes, e a conclusão de que a pandemia pode ser controlada se 75% das pessoas forem vacinadas.

Já sobre a tese da imunidade de rebanho, que chegou a ser defendida por especialistas ligados a Bolsonaro, a médica infectologista afirmou que ela é impossível de ser atingida deixando o vírus circular entre a população. Ela destacou que isso é alcançado apenas pela vacinação.

‘Tratamento Precoce é Como Se Estivéssemos Discutindo de Qual Borda da Terra Plana Vamos Pular’, Afirma Médica Vetada pelo Governo Bolsonaro à CPI da Covid ‘Tratamento Precoce é Como Se Estivéssemos Discutindo de Qual Borda da Terra Plana Vamos Pular’, Afirma Médica Vetada pelo Governo Bolsonaro à CPI da Covid Reviewed by Canguaretama De Fato on 2.6.21 Rating: 5

PRESIDENTE DO TSE, LUIZ ROBERTO BARROSO DIZ QUE NÃO HAVERÁ VOTO IMPRESSO EM 2022: “JÁ PASSOU O TEMPO DE GOLPES”

 

Foto: Nelson Jr.

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, sinalizou que não haverá o voto impresso nas eleições de 2022, como defende Jair Bolsonaro. De acordo com o magistrado, “já passou o tempo de golpes, quarteladas, quebras da legalidade constitucional”.

“Ganhou, leva. Perdeu, vai embora. (Donald) Trump, nos Estados Unidos, esperneou muito, mas está na Flórida, não em Washington”, disse em entrevista ao jornal O Globo. “A democracia tem lugar para liberais, progressistas e conservadores. Nela só não cabem a intolerância, a violência e a não aceitação dos resultados legítimos das urnas”.

Segundo Barroso, “nunca, desde a introdução das urnas em 1996, houve qualquer denúncia de fraude documentada e comprovada”. “Se alguém tiver qualquer prova nesse sentido, tem o dever cívico de apresentá-la”, afirmou.

O presidente do TSE vê como “um dos grandes perigos da introdução do voto impresso” o fato de as eleições “passarem a ser disputadas nos tribunais e não nas urnas”.

“Veja: em 2020 tivemos mais de 400 mil candidatos. Se uma pequena fração deles resolver pedir recontagem, fazer conferência de votos e contratar advogados para garimpar nulidades, vamos ter centenas ou milhares de processos contestando os resultados. Nos Estados Unidos, onde é caríssimo ir ao Judiciário, Trump propôs mais de 50 ações. Nenhum juiz aceitou interferir. Não tenho certeza de que o mesmo se passaria aqui”.

 

 

 

#Fonte: O Globo

PRESIDENTE DO TSE, LUIZ ROBERTO BARROSO DIZ QUE NÃO HAVERÁ VOTO IMPRESSO EM 2022: “JÁ PASSOU O TEMPO DE GOLPES” PRESIDENTE DO TSE, LUIZ ROBERTO BARROSO DIZ QUE NÃO HAVERÁ VOTO IMPRESSO EM 2022: “JÁ PASSOU O TEMPO DE GOLPES” Reviewed by Canguaretama De Fato on 31.5.21 Rating: 5

TRE/RN julga improcedente ação contra Fátima Bezerra e Antenor Roberto

 Créditos: Fabiano Trindade Em suas alegações finais, o Ministério Público Federal, autor da denúncia, modificou o entendimento anterior e opinou pela improcedência do pedido. Em suas alegações finais, o Ministério Público Federal, autor da denúncia, modificou o entendimento anterior e opinou pela improcedência do pedido.

 
O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN) julgou improcedente, por seis votos a zero, representação contra a chapa dos então candidatos ao Governo do Estado em 2018, Fátima Bezerra e Antenor Roberto de Medeiros. O julgamento ocorreu na tarde desta quinta-feira (27).
 
Em suas alegações finais, o Ministério Público Federal, autor da denúncia, modificou o entendimento anterior e opinou pela improcedência do pedido. “Ao conferir vitória à coligação ‘Do Lado Certo’, mediante o reconhecimento do indeferimento da representação, o MP eleitoral e o TRE atestaram que, durante a instrução processual, ficou comprovado que não houve irregularidade e que a aplicação dos recursos foi feita de forma correta”, declarou o advogado da governadora Fátima Bezerra, André Castro.
 
 
 
 
#Fonte: Tribuna do Norte


TRE/RN julga improcedente ação contra Fátima Bezerra e Antenor Roberto TRE/RN julga improcedente ação contra Fátima Bezerra e Antenor Roberto Reviewed by Canguaretama De Fato on 28.5.21 Rating: 5

67% ACOMPANHAM CPI DA COVID; MAIORIA DELES QUER IMPEACHMENT

 

Foto: Sérgio Lima

Pesquisa PoderData feita nesta semana (de 24 a 26 de maio de 2021) mostra que 67% da população brasileira está acompanhando as investigações e depoimentos da CPI da Covid no Senado, que apura as ações do governo federal e o uso de recursos da União por Estados e municípios no enfrentamento da pandemia de covid-19. Outros 33% não estão a par dos trabalhos.

Dos que acompanham o colegiado, 62% querem o impeachment do presidente Jair Bolsonaro, contra 47% dos que não acompanham. Essa parcela é puxada pela oposição, que está mais atenta às reuniões. De acordo com o estudo, 75% dos que consideram Bolsonaro “ruim” ou “péssimo” disseram acompanhar a CPI –ou seja, 8 pontos percentuais a mais que a média geral.

A comissão já escutou os 3 ex-ministros e o atual ocupante do Ministério da Saúde no governo atual: Henrique Mandetta, Nelson Teich, Eduardo Pazuello e Marcelo Queiroga, na ordem. Normalmente, há muito espaço na mídia tradicional para as repercussões da investigação.

Nesta semana, na 2ª e na 3ª feira (24 e 25 de maio), o Jornal Nacional, na TV Globo, dedicou 6min16s e 7min48s, respectivamente, a reportagens sobre a investigação no Senado. Além disso, teve mais 24 minutos somados, nos 2 dias, a respeito de fatos correlatos à pandemia de coronavírus, normalmente com um viés negativo para o Planalto.

 

 

 

 

 

#Fonte: Poder360

67% ACOMPANHAM CPI DA COVID; MAIORIA DELES QUER IMPEACHMENT 67% ACOMPANHAM CPI DA COVID; MAIORIA DELES QUER IMPEACHMENT Reviewed by Canguaretama De Fato on 28.5.21 Rating: 5

RN: DEZ DEPUTADOS ASSINAM PEDIDO DE CPI DA COVID PARA INVESTIGAR O GOVERNO FÁTIMA BEZERRA

 

Foi assinado no início da noite desta terça-feira (25), o requerimento que pede a abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid 2021, que pretende investigar as ações e omissões do Governo do Rio Grande do Norte desde o início da pandemia do novo coronavírus.

“Os fatos que nos motivam a pedir a abertura da CPI são graves , tanto por ações erradas como por omissões no enfrentamento da pandemia da Covid-19 na saúde pública do Rio Grande do Norte”,  disse a deputada Cristiane Dantas.

Assinaram a abertura da CPI os deputados: Cristiane Dantas (Solidariedade), Kelps Lima (Solidariedade), Subtenente Eliabe (Solidariedade), Tomba Farias(PSDB), Gustavo Carvalho (PSDB), José Dias (PSDB), Galeno Torquato(PSD), Getúlio Rêgo (DEM), Nélter Queiroz(MDB) e  Coronel Azevedo (PSC).

De acordo com os deputados, o pedido deverá ser protocolado na quinta-feira (27), às 10h. O requerimento para abrir a CPI será entregue ao presidente da Assembleia, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), a quem caberá determinar o início dos trabalhos e decidir como a comissão será composta, respeitando a divisão dos blocos parlamentares.

 

RN: DEZ DEPUTADOS ASSINAM PEDIDO DE CPI DA COVID PARA INVESTIGAR O GOVERNO FÁTIMA BEZERRA RN: DEZ DEPUTADOS ASSINAM PEDIDO DE CPI DA COVID PARA INVESTIGAR O GOVERNO FÁTIMA BEZERRA Reviewed by Canguaretama De Fato on 26.5.21 Rating: 5

Xuxa, Felipe Neto, Casagrande e Outras Personalidades Protocolam Pedido de Impeachment de Bolsonaro

 

Foto: Montagem

Quinze personalidades da televisão, música, literatura e das mídias sociais estão entre os signatários de um novo pedido de impeachment do presidente Jair Bolsonaro, que será protocolado nesta segunda, 24, na Câmara dos Deputados. Entre os famosos estão a apresentadora Xuxa Meneghel, o influenciador digital Felipe Neto, o humorista Fábio Porchat e o comentarista esportivo Walter Casagrande Junior. Até hoje, já são 117 pedidos protocolados contra o presidente.

O grupo representa o movimento “Vidas Brasileiras”, que reúne pessoas sem vínculo partidário e pede a saída do presidente “por sua condução desastrosa no combate à pandemia da covid-19”. De acordo com levantamento da agência Pública, dos 117 pedidos de impeachment protocolados contra Bolsonaro, 64 são pedidos originais e 46 são duplicados; seis foram arquivados ou desconsiderados e outros 111 aguardam análise, o que depende do presidente da Casa, Arthur Lira.

O pedido elenca um série de atos do presidente que estariam violando a Constituição e configurando crime de responsabilidade, como divulgação de informações falsas; o estímulo do uso de medicamentos sem eficácia para tratar a covid-19, como a cloroquina e a ivermectina; e a determinação do aumento de produção de hidroxicloroquina no laboratório do Exército.

O grupo cita ainda as aglomerações provocadas pelo presidente, o desestímulo do uso de máscaras e de medidas como a quarentena e o distanciamento social e o fato de Bolsonaro ter minimizado a importância da vacina. “Não aguentamos mais assistir calados e passivos a essa escalada de mortes por Covid, resultado das omissões e da má gestão de saúde desse governo”, diz a atriz Julia Lemmertz, também signatária do pedido.

“A expectativa dos integrantes do movimento é mobilizar a sociedade civil em favor de uma pressão positiva para que este não seja mais um pedido de impeachment ignorado pelo presidente da Câmara”, diz o movimento, em nota.

No domingo, o presidente participou de um ato com milhares de apoiadores aglomerados no Rio de Janeiro. Acompanhado pelo ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e por pelo menos mais dez apoiadores – todos eles sem máscaras e sobre um carro de som apertado – o presidente discursou criticando prefeitos e governadores que decretaram confinamento durante a pandemia e afirmou que jamais colocará o Exército, que chamou de seu, nas ruas para fazer lockdown.

No mês passado, Lira disse que 100% dos pedidos de impeachment apresentados até então contra Bolsonaro desde o primeiro ano de governo são “inúteis” para o que foram propostos. Em resposta a um pedido do deputado Henrique Fontana (PT-RS), o presidente da Câmara respondeu: “Não cabe a esta Casa, neste momento, instabilizar (sic) uma situação por conveniência política de A ou de B. O tempo é o da Constituição, na conveniência e na oportunidade. Os pedidos de impeachment, em 100%, não 95%, em 100% dos que já analisei são inúteis para o que entraram e para o que solicitaram”.

Quem são os famosos que assinam pedido de impeachment contra Bolsonaro:

1- Ailton Krenak, escritor e líder indígena

2- Chico César, cantor e compositor

3- Cristina Serra, jornalista e escritora

4- Fábio Porchat, ator

5- Felipe Neto, comunicador digital e youtuber

6- Hermes Fernandes, pastor evangélico

7- Julia Lemmertz, atriz

8-Júlio Lancellotti, padre

9- Ligia Bahia, médica sanitarista

10- Marcelo Gleiser, cientista

11- Raduan Nassar, escritor

12- Vanderson Rocha, médico (hematologia e terapia celular)

13- Verônica Brasil, enfermeira

14- Walter Casagrande, comentarista esportivo

15- Xuxa Meneghel, apresentadora

 

 

 

 

 

#Fonte: Estadão

Xuxa, Felipe Neto, Casagrande e Outras Personalidades Protocolam Pedido de Impeachment de Bolsonaro Xuxa, Felipe Neto, Casagrande e Outras Personalidades Protocolam Pedido de Impeachment de Bolsonaro Reviewed by Canguaretama De Fato on 24.5.21 Rating: 5

Pesquisa Vox Populi: Ex-presidente Lula vence Bolsonaro no primeiro turno da eleição de 2022

Levantamento publicado com exclusividade pelo Metrópoles aponta o ex-presidente como favorito nos votos espontâneo e estimulado
Rafaela Felicciano/Metrópoles


Pesquisa feita pelo Instituto Vox Populi e divulgada com exclusividade pelo Metrópoles mostra que o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é o favorito para vencer as eleições presidenciais de 2022 no primeiro turno. By Clever Advertising

O Vox Populi fez levantamento espontâneo e estimulado. A pergunta foi: “Embora as eleições para presidente ainda estejam longe, se a eleição fosse hoje, em quem você votaria?”.

Na pesquisa estimulada, Lula vence com 43%. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) atinge 24%. Mais distante aparecem Luciano Huck (8%) e Ciro Gomes (5%). Nesse caso, a soma de índice dos outros candidatos não chega ao número de Lula.

No caso da escolha espontânea, Lula aparece com 33%; Jair Bolsonaro, com 19%; e Ciro Gomes, com 2%.


Confira os números:

Voto estimulado


Vox Populi
Voto espontâneo:

Vox Populi

Segundo turno

No segundo turno, diante de cenários contra Bolsonaro, Ciro Gomes (PDT) e João Doria (PSDB), o petista também leva vantagem.

Contra o atual presidente, Lula tem 55% das intenções enquanto Bolsonaro fica com 28%. Ninguém/branco/nulo são 14% e 3% não sabem. Com Ciro Gomes, a vantagem é de 52% contra 19%. E diante de Doria, a vitória seria mais tranquila: 56% contra 14%. Nesse caso, o governador paulista tem menos intenções do que a categoria ninguém/branco/nulo (27%).

Veja:

Vox Populi

Pesquisa Vox Populi: Ex-presidente Lula vence Bolsonaro no primeiro turno da eleição de 2022 Pesquisa Vox Populi: Ex-presidente Lula vence Bolsonaro no primeiro turno da eleição de 2022 Reviewed by CanguaretamaDeFato on 21.5.21 Rating: 5

Bolsonaro é o Candidato Favorito a Fazer de Lula Presidente Novamente em 2022



O colunista de política do UOL Josias de Souza disse que o governo de Jair Bolsonaro (sem partido) está em seu pior momento e que "o capitão" é o candidato favorito para fazer de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) o presidente da República em 2022. A declaração, no UOL News, segue divulgação da pesquisa Datafolha, que mostra o petista liderando a corrida eleitoral.

Segundo o instituto, Lula alcança 41% das intenções de voto no primeiro turno, contra 23% de Bolsonaro. Num eventual segundo turno contra Bolsonaro, Lula levaria ampla vantagem, com uma margem de 55% a 32%.


Outro dado mostra que 54% dos entrevistados dizem que não votariam em Bolsonaro de jeito nenhum.

"O Datafolha mostra Bolsonaro em seu pior momento tanto no governo quanto no cenário eleitoral. O coronavírus cobra a conta do negacionismo", afirmou ele. "Lula entra na disputa muito bem posto com vantagem folgada".

Bolsonaro é um candidato sem futuro e Lula é a alternativa com um enorme passado. A gestão Bolsonaro transformou o capitão no candidato favorito a fazer de Lula o presidente da República pela terceira vez".Josias de Souza, colunista do UOL

Ainda segundo ele, mais do que escancarar a polarização entre Lula e Bolsonaro, a pesquisa Datafolha mensura o desafio dos adversários para construir uma "terceira via pelo centro". "Ainda não chegou ninguém capaz de informar como é que se chega a esse centro".

"Abaixo dos dois tem um bololo de alternativas indistinguíveis a olho nu. Alguns personagens, embora estejam com as candidaturas juradas de morte, percorrem a conjuntura política imaginando que estão cheios de vida".

Sergio Moro é o candidato mais próximo de Lula e Bolsonaro, com 7% das intenções de voto. Em seguida, aparecem Ciro Gomes (6%) e Luciano Hulk (4%). "João Doria com vacina e tudo aparece com 3% e só não está na lanterninha porque abaixo dele temos, empatados com 2%, Henrique Mandetta e João Amoêdo".

"Unido o centro pode desafiar essa polarização, separados os candidatos chegam a 2022 cantando com que roupa irão a um samba em que a polarização convida o eleitor a optar entre Bolsonaro, um candidato sem futuro e Lula, uma alternativa com enorme passado", afirmou Josias.


 
#Fonte: Uol




Bolsonaro é o Candidato Favorito a Fazer de Lula Presidente Novamente em 2022 Bolsonaro é o Candidato Favorito a Fazer de Lula Presidente Novamente em 2022 Reviewed by CanguaretamaDeFato on 14.5.21 Rating: 5

ELEIÇÕES 2022: EX-PRESIDENTE LULA VENCE BOLSONARO NO 2º TURNO COM 55% DOS VOTOS, DIZ PESQUISA

Créditos: ARQUIVO/TNNo 1º turno, Bolsonaro alcança 21%. Já o petista vai a 41%No 1º turno, Bolsonaro alcança 21%. Já o petista vai a 41%

 
Lula lidera corrida eleitoral de 2022, aponta pesquisa
 
São Paulo (AE) - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aparece na liderança das intenções de voto para as eleições 2022, com uma vantagem de 18 pontos porcentuais em relação ao presidente Jair Bolsonaro. Os dados são da última pesquisa do instituto Datafolha, divulgada na noite de ontem. Lula alcança 41% das intenções de voto no primeiro turno, contra 23% de Bolsonaro.

Em um eventual segundo turno entre o atual e o ex-presidente, o petista teria vantagem de 55% a 32%. A pesquisa entrevistou 2 071 pessoas, de forma presencial, em 146 municípios, entre os dias 12 e 11 de maio. A margem de erro é de dois pontos porcentuais.

Ainda em uma primeira etapa de votação, atrás de Lula e Bolsonaro, aparecem o ex-ministro da Justiça Sergio Moro (7% das intenções de voto), o ex-ministro e pedetista Ciro Gomes (6%), o apresentador Luciano Huck (4%) e o governador de São Paulo e tucano João Doria (3%). Com 2%, aparecem empatados o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM) e João Amoêdo (Novo). Outros 9% dos entrevistados votariam em branco, nulo, ou em nenhum candidato, e 4% estão indecisos.

A pesquisa destaca que, no segundo turno, Lula herdaria votos de Doria, Ciro e Huck, e Bolsonaro teria os de Moro. Em cenários distintos, o petista ganharia de Moro (53% a 33%) e Doria (57% a 21%). Já Bolsonaro empataria tecnicamente com Doria (39% a 40%) e perderia para Ciro (36% a 48%).
 
 
 
 
#Fonte: Tribuna do Norte

ELEIÇÕES 2022: EX-PRESIDENTE LULA VENCE BOLSONARO NO 2º TURNO COM 55% DOS VOTOS, DIZ PESQUISA ELEIÇÕES 2022: EX-PRESIDENTE LULA VENCE BOLSONARO NO 2º TURNO COM 55% DOS VOTOS, DIZ PESQUISA Reviewed by Canguaretama De Fato on 13.5.21 Rating: 5

DESCOMPASSADA!! REGINA DUARTE PEDE DESCULPAS POR FAKE NEWS SOBRE MARISA LETÍCIA

 

Foto: Sérgio Lima

A atriz e ex-secretária especial da Cultura Regina Duarte pediu desculpas, por meio das redes sociais, “à memória” de Marisa Letícia e à sua família. Regina Duarte foi condenada a se retratar por propagar fake news sobre a mulher do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que morreu em fevereiro de 2017, após um acidente vascular cerebral hemorrágico.

O processo foi ajuizado por Lula e seus 3 filhos em 2020, depois que a então secretária da Cultura publicou imagem no Instagram afirmando que foram encontrados R$ 256,6 milhões em uma conta da ex-primeira-dama. O valor correto nas contas de Marisa era de R$ 26.281,74.

Em 26 de abril, o juiz Manuel Eduardo Pedroso Barros, da 12ª Vara Cível de Brasília, condenou a atriz por compartilhar notícia falsa e determinou como sentença que ela se retratasse publicamente com a família de Lula. Na decisão, ele destacou que ela foi “induzida a erro” pelo fato de o valor errado ter sido informado pela Justiça em uma ação, não cabendo indenização.

Na noite dessa 6ª feira (7.mai.2021), Regina Duarte cumpriu a medida determinada pela Justiça em publicação no Instagram.

“No dia 11 de abril de 2020, reproduzi no meu Instagram uma informação sobre o inventário do patrimônio da falecida D. Marisa Letícia Lula da Silva que, apesar de ter sido obtida de fontes oficiais públicas e amplamente divulgada por meios de comunicação, veio posteriormente a revelar-se errada e eventualmente corrigida pelos órgãos judiciais relevantes”, afirmou a atriz.

“Assim que tomei conhecimento de que a informação partilhada estava incorreta, apaguei voluntária e prontamente a postagem do meu Instagram. Nunca foi minha intenção divulgar uma inverdade ou propagar fake news”, disse.

Regina Duarte disse considerar a sentença “paradigmática e exemplar no que remete à defesa da liberdade de expressão e também reveladora sobre o perigo das fake news em nossa sociedade”.

“Finalizo agora, reiterando os meus sinceros pedidos de desculpas a quem eventualmente eu possa ter ofendido”, disse.

A atriz ainda compartilhou o documento da sentença na rede social.

 

 

 

 

 

#Fonte: Poder360

DESCOMPASSADA!! REGINA DUARTE PEDE DESCULPAS POR FAKE NEWS SOBRE MARISA LETÍCIA DESCOMPASSADA!! REGINA DUARTE PEDE DESCULPAS POR FAKE NEWS SOBRE MARISA LETÍCIA Reviewed by Canguaretama De Fato on 9.5.21 Rating: 5

BOLSONARO, LULA, CIRO E DORIA JÁ AVALIAM PERFIS PARA VICE EM 2022; VEJA PREFERÊNCIAS DE CADA UM

Jair Bolsonaro, Lula, Ciro Gomes e João Doria Foto: Editoria de Arte

No ano que antecede a eleição, os presidenciáveis já sonham com o vice ideal para suas chapas. Não são necessariamente nomes, mas perfis com características que buscam, essencialmente, preencher lacunas dos próprios candidatos.

Bolsonaro, que ainda não definiu seu próprio partido,  quer garantir o privilégio da indicação a uma legenda que tenha um generoso fundo partidário e tempo de televisão — siglas como como PSL, PL, PP e Republicanos.

A expectativa é que, se integrar a chapa, o PSL, segundo maior partido da Câmara dos Deputados, tenha direito de indicar o vice. O perfil, então, partiria de um nome consensual entre Bolsonaro e o presidente nacional do PSL, Luciano Bivar.

O ex-presidente Lula, por sua vez, busca um nome ligado ao setor produtivo que seja bem-visto pelo mercado financeiro. No dia em que o Supremo Tribunal Federal (STF) anulou suas condenações, o que o tornou elegível novamente, a Bolsa de Valores teve forte queda. Um vice com essas características, portanto, seria um antídoto para essa desconfiança.

Os nomes dos empresários Luiza Trajano e Josué Gomes, filho de José de Alencar (que foi vice de Lula), chegaram a ser especulados por petistas. Mas a avaliação é que um projeto eleitoral em 2022 não está no radar de nenhum dos dois. Enquanto Luiza usou suas redes sociais em fevereiro para dizer que “não é candidata a presidente nem a vice-presidente”, Gomes tem mantido o foco em assumir a presidência da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), cuja eleição ocorrerá em julho. Seja como for, o vice idealizado pelo PT tem um perfil semelhante ao deles.

O cearense de centro-esquerda Ciro Gomes (PDT) idealiza como vice em sua chapa uma mulher da região Sul ou Sudeste, do campo conservador e ligada ao setor produtivo. Procurando se dissociar de Lula, de quem foi ministro, Ciro tem feito acenos à centro-direita, flertando com partidos como DEM e PSD. Em caso de aliança com o pedetista em 2022, provavelmente caberá a uma dessas duas legendas indicar a “mulher conservadora” que Ciro almeja.

— Seria uma pessoa com atributos que não tenho. Vice ideal é aquele que te complementa de alguma forma — afirmou Ciro, ressaltando que, apesar do perfil descrito, não será intransigente caso o partido aliado opte por indicar um nome que fuja dessas especificidades.

Em 2018, o posto de vice na chapa de Ciro foi ocupado pela senadora ruralista Kátia Abreu (PP-TO).

Já integrantes do grupo do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), acreditam que o presidenciável, caso escolhido pela legenda, deverá buscar um vice do Nordeste, região na qual, avaliam aliados, o tucano deverá ter mais dificuldade de obter uma boa votação. Ao escolher um nome dessa região, Doria sinalizaria que o Nordeste seria visto “com carinho” por sua gestão.

O paulista, contudo, sequer avaliou nomes, tendo em vista que, no momento, está mais preocupado em vencer as resistências no próprio partido, dividido quanto à sua candidatura.

 

 

 

 

 

#Fonte: O Globo

BOLSONARO, LULA, CIRO E DORIA JÁ AVALIAM PERFIS PARA VICE EM 2022; VEJA PREFERÊNCIAS DE CADA UM BOLSONARO, LULA, CIRO E DORIA JÁ AVALIAM PERFIS PARA VICE EM 2022; VEJA PREFERÊNCIAS DE CADA UM Reviewed by Canguaretama De Fato on 8.5.21 Rating: 5

Marcelo Queiroga, Ministro da Saúde, Escapa de Ser Preso na CPI da Covid

 

Marcelo Queiroga fala sob o juramento de dizer a verdade, o que se exige de quem depõe em CPIs. Não diz e omite informações; Antonio Luena


O ministro que não faz juízo de valor, Marcelo Queiroga, da Saúde, que depôs durante mais de sete horas à CPI da Covid-19, correu o risco de ser preso por não ter dito a verdade, além de omitir informações, segundo três senadores ouvidos por este blog, que preferem não ter sua identidade revelada.

A conversa a respeito da prisão correu solta aos cochichos e por telefone em parte do plenário da CPI constituído por 11 senadores. Alguns assistiram ao depoimento de corpo presente, outros em suas casas, em Brasília ou nos estados. Fora os governistas, os demais concluíram que o ministro mentiu além da conta.

Logo Queiroga ganhou entre eles o apelido de “Rolando Lero”, personagem da Escolinha do Professor Raimundo, interpretado por Rogério Cardoso na série original comandada pelo humorista Chico Anísio, e por Marcelo Adnet no remake de 2015. O comando da CPI achou melhor deixar Queiroga ir embora em paz.


Do ponto de vista político, sua eventual prisão só interessaria ao governo e à sua turma para tentar pôr fogo no país. Prisão é uma medida a ser adotada quando o depoente mente de forma escandalosa que choque todo mundo. E que cause indignação ao distinto público que a tudo assiste. Não seria o caso.

 

 

 

#Fonte: Blog do Ricardo Noblat

Marcelo Queiroga, Ministro da Saúde, Escapa de Ser Preso na CPI da Covid Marcelo Queiroga, Ministro da Saúde, Escapa de Ser Preso na CPI da Covid Reviewed by CanguaretamaDeFato on 8.5.21 Rating: 5

Com Derrota de Bolsonaro, CPI da Covid Elege Omar Aziz (PSD-AM) Presidente e Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice; Renan Calheiros é Confirmado Relator

Foto: Reprodução/TV Senado

Após mais de duas horas desta primeira sessão da CPI da Covid, a maioria dos integrantes acaba de confirmar a composição da cúpula da comissão.

Como esperado, após acordo feito entre a maioria dos integrantes, o senador Omar Aziz (PSD) foi oficializado na presidência do colegiado. Randolfe Rodrigues (Rede), autor do pedido original da CPI, será o vice-presidente.

A votação foi secreta. Aziz venceu Eduardo Girão (Podemos) por 8 a 3. Randolfe foi confirmado com 7 votos — 4 senadores votaram em branco.

“Tenho certeza de que o debate será proveitoso e esta CPI levar uma esperança maior para a aquisição de vacinas, de kits. Não dá para discutir questão política em cima de quase 400 mil mortos”, disse Aziz, no primeiro discurso. Ele também afirmou que o governo parece disposto a colaborar.

“O jogo está jogado. Começamos mal esta CPI, que perde credibilidade pelo conflito flagrante de interesses: isso é fato”, disse Girão durante o processo de votação. Ele lançou candidatura avulsa à presidência da CPI, mas foi derrotado.

Após disputa na Justiça, Omar Aziz escolhe Renan Calheiros para relator da CPI. Com isso, prevaleceu o acordo feito pelas maiores siglas (MDB, PSD) e senadores de oposição e independentes. Aliados de Bolsonaro tentaram impedir que Renan assumisse a relatoria.

 

 

 

#Fonte: O Antagonista e G1

Com Derrota de Bolsonaro, CPI da Covid Elege Omar Aziz (PSD-AM) Presidente e Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice; Renan Calheiros é Confirmado Relator  Com Derrota de Bolsonaro, CPI da Covid Elege Omar Aziz (PSD-AM) Presidente e Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice; Renan Calheiros é Confirmado Relator Reviewed by Canguaretama De Fato on 27.4.21 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.