Results for MUNDO

LABORATÓRIO INDIANO SÓ DEVE ENVIAR VACINAS AO BRASIL EM DUAS SEMANAS, DIZ CEO

 

O diretor-executivo do laboratório indiano Serum Institute, Adar Poonawalla, disse nessa sexta-feira (15) que a Índia só deve enviar ao Brasil as doses da vacina contra a covid-19 desenvolvida pela AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford daqui a duas semanas. A informação foi divulgada pelo jornal The Times Of India.

Na entrevista, Poonawalla afirmou que a prioridade do laboratório sempre foi a vacinação da população local. “Nossa primeira prioridade sempre foi nosso próprio país. Assim que cuidarmos disso, podemos começar a exportar as doses da vacina para outros países a todo vapor”, disse.

O governo brasileiro ainda não apresentou esse prazo. Em nota, o Ministério das Relações Exteriores se furtou a dizer que o recebimento das vacinas, produzidas pelo laboratório indiano, vai demorar mais que o esperado. Isso porque o governo indiano alega “problemas logísticos” para atender à demanda do Brasil ao mesmo tempo em que inicia a campanha nacional de vacinação, agendada para sábado (16.jan).



Fonte: Poder360

LABORATÓRIO INDIANO SÓ DEVE ENVIAR VACINAS AO BRASIL EM DUAS SEMANAS, DIZ CEO LABORATÓRIO INDIANO SÓ DEVE ENVIAR VACINAS AO BRASIL EM DUAS SEMANAS, DIZ CEO Reviewed by CanguaretamaDeFato on 16.1.21 Rating: 5

Recuperar-se de Covid Pode Dar Imunidade por 5 Meses, mas Não Evita Transmissão, diz estudo

 Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Adultos de até 54 anos recuperados de infecção por coronavírus apresentam imunidade por ao menos cinco meses, indica estudo divulgado nesta quinta-feira (14) pelo governo britânico.

Feito pelo PHE (sigla em inglês para Saúde Pública da Inglaterra), o estudo Siren avalia testes regulares de mais de 20 mil profissionais de saúde desde junho do ano passado. Os voluntários têm de 35 a 54 anos, o que não permite tirar conclusões sobre o efeito em idosos (cujas respostas imunológicas tendem a ser mais fracas e breves).

Segundo a líder do estudo, Susan Hopkins, é muito improvável que quem já teve a doença desenvolva infecções graves nas 20 semanas seguintes, “mas ainda existe o risco de adquirir uma infecção e transmitir a outras pessoas”.

A pesquisa, que se baseia em testes PCR (para detectar a infecção) e de anticorpos, encontrou níveis altos de vírus em pessoas que já haviam se recuperado da doença, o que indica que elas devem continuar seguindo as regras de proteção (evitar contatos, usar máscaras, lavar as mãos, entre outros), de acordo com o PHE.

Os pesquisadores alertam que, como o trabalho está em andamento, não é possível descartar que quem contraiu a doença na primeira onda não a contraia novamente. A análise também ocorreu antes da disseminação generalizada da nova variante identificada no Reino Unido, e os pesquisadores estudam agora se os anticorpos fornecem proteção contra essa cepa

O trabalho detectou, de 18 de junho a 24 de novembro, 44 reinfecções em potencial (2 “prováveis” e 42 “possíveis”) entre 6.614 participantes que já haviam tido teste positivo para anticorpos contra o Sars-Cov-2. Nenhum dos 44 casos de reinfecção em potencial foi testado por PCR durante a primeira onda, mas todos foram positivos para anticorpos cont

Considerando que todos os 44 casos fossem reinfecções comprovadas, os dados indicam que a imunidade adquirida naturalmente como resultado de contágio forneceu 83% de proteção contra a reinfecção, em comparação com os que não haviam tido a doença antes. A proteção foi de 94% contra reinfecção sintomática e de 75% contra reinfecção assintomática.

Se forem considerados apenas os dois casos “prováveis” (voluntários que tiveram sintomas claros de doença na primeira onda e foram contagiados durante o estudo), a proteção seria de 99%.

A pesquisa vai continuar a acompanhar os participantes por 12 meses para explorar quanto tempo a imunidade pode durar, a eficácia das vacinas e até que ponto as pessoas com imunidade são capazes de transportar e transmitir o vírus.

O Reino Unido vive um crescimento acelerado de casos e internações nas últimas semanas, depois que a variante encontrada em seu território se tornou dominante no país.

 

 

 

#Fonte: Valor

Recuperar-se de Covid Pode Dar Imunidade por 5 Meses, mas Não Evita Transmissão, diz estudo Recuperar-se de Covid Pode Dar Imunidade por 5 Meses, mas Não Evita Transmissão, diz estudo Reviewed by Canguaretama De Fato on 14.1.21 Rating: 5

Organização não governamental Human Rights Watch diz que Bolsonaro tentou sabotar combate à covid-19


Foto: Sérgio Lima/Poder360 

A Human Rights Watch divulgou nesta quarta, 13, a nova edição de seu relatório anual sobre a situação dos direitos humanos, analisando mais de cem países. No capítulo sobre o Brasil, a organização afirma que o presidente Jair Bolsonaro tentou sabotar os esforços para desacelerar a disseminação da covid-19 no Brasil em 2020 e tomou medidas que prejudicam diretamente os direitos humanos.

Com 761 páginas, o relatório ressalta que Bolsonaro minimizou a covid-19, chamando-a de “gripezinha” e disseminou informações incorretas, entre outras violações aos direitos humanos. “O governo Bolsonaro promoveu políticas contrárias aos direitos das mulheres e das pessoas com deficiência, enfraqueceu a aplicação da lei ambiental e deu sinal verde às redes criminosas que operam no desmatamento ilegal da Amazônia”, afirma a organização no documento.

De acordo com a Human Rights Watch, o papel das instituições nacionais para conter os retrocessos promovidos pelo presidente foi essencial. “O Supremo Tribunal Federal tomou decisões contra as tentativas da administração de Bolsonaro de retirar dos Estados a autoridade de restringir circulação de pessoas para conter a pandemia, de suspender a Lei de Acesso à Informação e de ocultar dados públicas sobre a pandemia”, diz o relatório.

Na coletiva de apresentação do relatório, a organização destacou momentos em que as instituições democráticas responderam à política de Bolsonaro que a HRS classifica como “anti-direitos”. Entre as respostas, além das decisões do STF, estão medicas como a determinação de obrigatoriedade de máscara em lojas e escolas feita pelo Congresso.

Para Anna Livia Arida, diretora da HRW no Brasil, Bolsonaro colocou a vida e a saúde dos brasileiros em “grande risco”: “O STF e outras instituições ajudaram a proteger os brasileiros e barrar muitas, ainda que não todas, políticas anti-direitos de Bolsonaro. Eles precisam permanecer vigilantes”.

EUA. A futura relação entre Bolsonaro e novo presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, foi citada na coletiva de apresentação do relatório da HRW. Diretor executivo da organização, Ken Roth afirmou que a posse de Biden vai impor dificuldades a Bolsonaro, que via o presidente Donald Trump como um aliado e com quem tinha discursos alinhados. “É um novo mundo, um novo ambiente político. Bolsonaro terá dificuldades”, afirmou.

Imprensa. O relatório destacou ainda a atuação da imprensa independente no País durante a pandemia. “A mídia impressa e televisiva desempenhou papel importante ao continuar informando o público, proporcionando um fórum para debate público e checando os poderes do governo, apesar da estigmatização, bullying e ameaças de ação judicial contra jornalistas por parte da administração Bolsonaro”.

Amazônia. Ainda que as instituições democráticas tenham tido um papel fundamental, algumas ações do governo Bolsonaro não puderam ser contidas e trouxeram resultados ruins, de acordo com o relatório, como a destruição, entre agosto de 2019 a julho de 2020, de cerca de 11 mil km² de floresta amazônica e o aumento de 16% nos incêndios na Amazônia em 2020.

“Ele culpa os povos indígenas, organizações não governamentais e moradores locais pela destruição, em vez de agir contra as redes criminosas que são a força motriz da ilegalidade da Amazônia”, disse Arida.





#Fonte: Estadão

Organização não governamental Human Rights Watch diz que Bolsonaro tentou sabotar combate à covid-19 Organização não governamental Human Rights Watch diz que Bolsonaro tentou sabotar combate à covid-19 Reviewed by CanguaretamaDeFato on 13.1.21 Rating: 5

Oposição Apresenta Pedido de Impeachment do Presidente dos EUA, Donald Trump

 Foto: Leah Millis/Arquivo/Reuters

Representantes do Partido Democrata apresentaram, nesta segunda-feira (11), um pedido de impeachment contra o presidente Donald Trump no qual o acusam de “incitar uma insurreição” – que culminou na última quarta-feira com a invasão do Capitólio dos Estados Unidos.

O pedido argumenta que o discurso feito por Trump a seus apoiadores, pouco antes da invasão, teria incentivado as ações violentas contra os representantes do poder legislativo dos EUA.

Mais cedo, os republicanos na Câmara dos Deputados rejeitaram uma resolução pedindo que o vice-presidente Mike Pence acionasse a 25ª emenda da Constituição americana – afastando Trump da presidência dos EUA.

Como houve objeção, a recomendação será reavaliada na terça-feira (12) com a presença de todo o plenário. A decisão para seguir com os procedimentos previstos na 25ª emenda não é tomada pelo legislativo, ela precisa ser acionada por Pence, com o apoio da maioria dos membros do Gabinete presidencial.

Ainda assim a ação pode ser contestada por Trump, em uma carta redigida ao Congresso. A remoção permanente do mandatário precisa da aprovação da maioria de dois terços do Congresso- 67 senadores e 290 representantes.

Final do mandato

Com menos de duas semanas para deixar o cargo, o julgamento do processo de impeachment contra Donald Trump – caso aprovado pelo Congresso – poderia acontecer apenas depois que ele não fosse mais presidente.

Especialistas na Constituição dos EUA ouvidos pelo site da emissora britânica BBC estão divididos sobre a possibilidade de que o julgamento do republicano possa continuar mesmo depois que ele deixe o poder.

Se condenado, Trump perderia os benefícios concedidos a ex-presidentes, e os senadores poderiam votar para que ele perdesse, de forma permanente, seus direitos políticos. Nenhum presidente americano sofreu um processo de impeachment depois de deixar o cargo.

Segundo a emissora americana NBC, juristas se dividem em três opiniões principais sobre um impeachment após o fim do mandato: um grupo diz que isso é inconstitucional, outro que seria permitido se passar pela Câmara antes dele deixar o cargo e um terceiro grupo defende que o impeachment é permitido em qualquer momento.

2º pedido

Esse é o segundo pedido de impeachment contra Trump feito pelos democratas da Câmara que acusaram o presidente, em dezembro de 2019, por pressionar a Ucrânia a investigar Biden – à época, o pedido foi aprovado com a maioria da Câmara mas não foi para a frente porque o Senado, controlado pelos republicanos, votou contra.

É possível que o mesmo aconteça agora porque o Senado segue controlado pelos republicanos, que – segundo especialistas ouvidos pela agência Reuters – não devem aceitar as acusações até o último dia do atual mandato, em 19 de janeiro.

 

 

 

#Fonte: G1

Oposição Apresenta Pedido de Impeachment do Presidente dos EUA, Donald Trump Oposição Apresenta Pedido de Impeachment do Presidente dos EUA, Donald Trump Reviewed by Canguaretama De Fato on 11.1.21 Rating: 5

Banido do Twitter, Trump Usa Conta Presidencial e Posts São Apagados

 
Imagem: CARLOS BARRIA/REUTERS

Após ser banido permanentemente do Twitter, o presidente americano Donald Trump usou a conta presidencial —denominada @POTUS— para escrever aos seguidores sobre uma plataforma alternativa. Porém, as mensagens foram imediatamente deletadas pela própria plataforma.

O Twitter confirmou à rede de TV CNN que apagou os quatro posts publicados por Trump. “Como dissemos, usar outra conta para tentar escapar de uma suspensão é contra nossas regras”, disse um porta-voz do Twitter à CNN norte-americana.

“Tomamos medidas para garantir isso em relação aos tweets recentes da conta @POTUS. Para contas governamentais, como @POTUS e @WhiteHouse, não suspenderemos essas contas permanentemente, mas tomaremos medidas para limitar seu uso”, avisou, em seguida.

Conta @POTUS – President of the United States of America | Imagem: reprodução/Twitter

Nas mensagens que foram deletadas, Trump dizia aos seus seguidores sobre a migração para plataformas alternativas e que ele e os seus apoiadores não seriam calados.

“Estamos negociando com vários outros sites e teremos um grande anúncio em breve. Enquanto também olhamos para as possibilidades de construir nossa própria plataforma em um futuro próximo. Não seremos silenciados”, escreveu ele.

Mais cedo, o próprio Twitter anunciou a suspensão permanente de Trump em função de postagens recentes do presidente relacionadas à invasão de seus apoiadores ao Congresso americano.

“Após criteriosa análise dos tweets recentes da conta do presidente Donald Trump e o contexto em torno deles, suspendemos permanentemente seu perfil diante do risco de mais incitações à violência”, escreveu o Twitter.

A conta de Trump já havia sido bloqueada por 12 horas após ele utilizar as redes para comentar as manifestações em Washington DC. O presidente americano também foi banido de outras redes sociais, como Facebook e Instagram, por acusar, sem provas, a eleição do país de ter sido fraudada.

Tilt – UOL


Imagem: CARLOS BARRIA/REUTERS

Após ser banido permanentemente do Twitter, o presidente americano Donald Trump usou a conta presidencial —denominada @POTUS— para escrever aos seguidores sobre uma plataforma alternativa. Porém, as mensagens foram imediatamente deletadas pela própria plataforma.

O Twitter confirmou à rede de TV CNN que apagou os quatro posts publicados por Trump. “Como dissemos, usar outra conta para tentar escapar de uma suspensão é contra nossas regras”, disse um porta-voz do Twitter à CNN norte-americana.

“Tomamos medidas para garantir isso em relação aos tweets recentes da conta @POTUS. Para contas governamentais, como @POTUS e @WhiteHouse, não suspenderemos essas contas permanentemente, mas tomaremos medidas para limitar seu uso”, avisou, em seguida.

Conta @POTUS – President of the United States of America | Imagem: reprodução/Twitter

Nas mensagens que foram deletadas, Trump dizia aos seus seguidores sobre a migração para plataformas alternativas e que ele e os seus apoiadores não seriam calados.

“Estamos negociando com vários outros sites e teremos um grande anúncio em breve. Enquanto também olhamos para as possibilidades de construir nossa própria plataforma em um futuro próximo. Não seremos silenciados”, escreveu ele.

Mais cedo, o próprio Twitter anunciou a suspensão permanente de Trump em função de postagens recentes do presidente relacionadas à invasão de seus apoiadores ao Congresso americano.

“Após criteriosa análise dos tweets recentes da conta do presidente Donald Trump e o contexto em torno deles, suspendemos permanentemente seu perfil diante do risco de mais incitações à violência”, escreveu o Twitter.

A conta de Trump já havia sido bloqueada por 12 horas após ele utilizar as redes para comentar as manifestações em Washington DC. O presidente americano também foi banido de outras redes sociais, como Facebook e Instagram, por acusar, sem provas, a eleição do país de ter sido fraudada.

 

 

#Fonte: Tilt – UOL

Banido do Twitter, Trump Usa Conta Presidencial e Posts São Apagados Banido do Twitter, Trump Usa Conta Presidencial e Posts São Apagados Reviewed by Canguaretama De Fato on 9.1.21 Rating: 5

Facebook e Instagram bloqueiam conta de Trump por tempo indeterminado, diz Mark Zuckerberg


Fotos: Brendan Smialowski/AFP/ Reprodução/Facebook

As contas do Facebook e Instagram do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foram bloqueadas por tempo indeterminado. O anúncio foi feito pelo presidente-executivo da rede social, Mark Zuckerberg, em um post.

A posse do presidente eleito Joe Biden será no dia 20 de janeiro e, segundo a publicação de Zuckerberg, Trump ficará impedido de fazer publicações pelo menos até essa data.

“Acreditamos que os riscos de permitir que o Presidente continue usando os nossos serviços durante esse período são simplesmente muito grandes”, escreveu Zuckerberg.

“Portanto, estamos estendendo indefinidamente o bloqueio que tínhamos imposto nas contas do Facebook e Instagram, e por pelo menos as duas próximas duas semanas, até que a transição pacífica de poder seja completa”, continuou.

Bloqueio estendido

Na noite da última quarta-feira (6), redes sociais bloquearam a conta de Trump. Inicialmente, a restrição no Facebook e Instagram valeria por 24h.

A decisão aconteceu após apoiadores do presidente invadirem o Congresso durante reunião que deve validar vitória de Biden nas eleições.

A empresa disse que o presidente violou duas de suas regras, e derrubou vídeo postado por ele durante a invasão, por conta de “risco de violência”. Nele, o presidente pedia que os manifestantes voltassem para casa, mas continuava a alegar, sem provas, que a eleição foi ilegítima. A postagem também foi tirada do ar pelo Instagram e o YouTube, do Google.

O Twitter também impôs restrições ao perfil de Trump. O presidente está impedido de postar por pelo menos 12 horas na plataforma. O desbloqueio é condicionado à exclusão de 3 tuítes específicos do presidente dos EUA, que já foram suspensos pela rede social, por violação de suas políticas, e não podem mais ser vistos.

G1

Facebook e Instagram bloqueiam conta de Trump por tempo indeterminado, diz Mark Zuckerberg Facebook e Instagram bloqueiam conta de Trump por tempo indeterminado, diz Mark Zuckerberg Reviewed by CanguaretamaDeFato on 7.1.21 Rating: 5

Veja quais as 30 profissões que estarão em alta em 2021

 

Foto: reprodução

O PageGroup, consultoria internacional especializada em recrutamento de executivos, revela a lista de cargos que estarão em alta no Brasil em 2021. Os cargos considerados nessa lista contemplam o alto escalão, média e alta gerência, níveis técnico e de suporte à gestão, além de terceiros e temporários.

“A pandemia mudou a forma de contratação das empresas e dos processos seletivos. Tivemos muitas contratações remotas e demandas por cargos ligados às áreas de saúde e tecnologia, setores fortemente impactados neste ano”, comenta Ricardo Basaglia, diretor geral da Michael Page e Page Personnel.

Segundo o executivo, as companhias também aceleraram as contratações de terceiros e temporários, tendência que deve ser mantida no próximo ano. “Com a chegada da vacina, reformas estruturais em curso e retomada da economia, a expectativa é que em 2021 as empresas reforcem seus times e busquem uma nova onda de expansão”, explica Basaglia.

O material, produzido pelos consultores de carreira de Page Executive, Michael Page, Page Personnel, Page Interim e Page PCD, empresas do grupo, traz as profissões que devem ter maior demanda a partir de análises de mercado e tendências de contratações das empresas para o próximo ano.


Confira a lista

Cargo: Gerente de Recursos Humanos

O que faz: responsável por todos os produtos de Recursos Humanos, com forte atuação com a liderança da empresa. Atua no desenho das estratégias de pessoas, sendo parceiro estratégico do negócio.

Perfil da vaga: profissional com olhar de “business partner”, foco em resultados e visão de negócio. Atualizado com as práticas da área de RH do mercado, experiência na primeira cadeira de RH e reestruturação organizacional. Inglês avançado / fluente é um requisito importante para esse tipo de posição.

Salário: R$ 25 mil e R$ 45 mil

Motivo para alta em 2021: com o redesenho das estruturas, teremos equipes mais enxutas e consequentemente o mercado buscará profissionais mais generalistas.

Cargo: Especialista em Aquisição de Talentos

O que faz: atuação com atração de talentos, tendo um olhar estratégico para o negócio, por meio de programas como: “onboarding”, “employer branding”, recrutamento interno e programa de trainee.

Perfil da vaga: profissional com foco em resultados, forte visão de negócio e criativo. Atualizado com as práticas da área de RH do mercado, experiência em empresas de tecnologia e/ou startups e gestão de equipes. Inglês avançado / fluente é um requisito importante para esse tipo de posição.

Salário: R$ 15 mil e R$ 20 mil

Motivo para alta em 2021: retomada de mercado e redesenho das estruturas com novos objetivos.

Cargo: DPO (Data Protection Officer)

O que faz: com a nova lei de proteção de dados pessoais, o DPO será o profissional encarregado de administrar e avaliar todos os dados da empresa, desde a coleta até o tratamento das informações. Além disto, terá um papel de interlocutor com o órgão regulatório de fiscalização de dados.

Perfil da vaga: importante que o profissional tenha visão interdisciplinar, englobando governança de tecnologia, segurança da informação e cyber security, além de entender sobre a nova legislação que entrará em vigor. Além disto, importante que seja um bom comunicador para se relacionar com autoridades e profissionais de dados.

Salário: R$ 20 mil

Motivo para a alta: Com a nova lei geral de proteção de dados as empresas são obrigadas a terem uma pessoa responsável por fazer a ponte entre a situação da empresa e negócio e o que a lei determina. O profissional foi procurado durante 2020 de forma tímida uma vez que a lei foi postergada, mas apostamos que 2021 seja o ano efetivo das contratações de DPOs.

Cargo: Gerente de Cyber Security

O que faz: profissionais são responsáveis por liderarem toda estrutura de segurança da informação, assim como área de riscos, governança e segurança cibernética – implantam processos de segurança, lideram estratégias de segurança, direcionam iniciativas, ferramentas e projetos de tecnologia para evitarem ataques, assim como os detecção e resolução dos mesmos.

Perfil da vaga: profissionais desta área possuem histórico de tecnologia e estudos e conhecimentos em políticas de governança, gestão de segurança da informação, riscos e auditoria. Esses profissionais são buscados desde 2019 pois as empresas vinham agilizando as buscas por executivos com alto nível de conhecimento em segurança da informação e crimes cibernéticos.

Com a pandemia, muitas empresas aproveitam o cenário para buscarem os melhores profissionais do mercado, evitar crises de fraudes e vazamento de informações e já aproveitam para preparar a empresa para uma possível transformação digital e consequentemente desenho de novas políticas e processos de segurança.

Salário: R$ 25 mil a R$ 35 mil

Motivo para a alta: Profissionais já em alta desde meados de 2019, as empresas vinham agilizando as buscas por profissionais executivos com alto nível de conhecimento em segurança da informação e crimes cibernéticos. Com a pandemia, muitas empresas aproveitam o cenário para buscarem os melhores profissionais do mercado, evitarem crises de fraudes e vazamento de informações e já aproveitam para preparar a empresa para uma possível transformação digital e consequentemente desenho de novas políticas e processos de segurança, pós COVID-19.

Cargo: Especialista em Cloud

O que faz: os especialistas em cloud (geralmente com foco em AWS ou Azure) apoiam as companhias na sustentação saudável da operação remota e garante que todos os sistemas em cloud funcionem bem e não atrapalhem o dia-a-dia da operação.

Perfil da vaga: experiência e conhecimento em “cloud computing”, arquitetura híbrida para serviços e arquitetura de datalake e banco de dados distribuídos são os conhecimentos mais procurados.

Salário: R$ 14 mil a R$ 19 mil

Motivo para a alta: As empresas tiveram que correr contra o tempo para se adaptarem a um novo formato de trabalho em home office. Com isto, muitos projetos de transformação digital e migração de sistemas para cloud que já estavam sendo analisados, foram agilizados. Os especialistas em Cloud (geralmente com foco em AWS ou Azure) apoiam as companhias na sustentação saudável da operação remota e garante que todos os sistemas em cloud funcionem bem e não atrapalhem o dia a dia da operação.

Cargo: Gerente de Data Science

O que faz: esses profissionais são focados em trazer inteligência e estratégia para as companhias por meio de estruturação de base de dados e utilização de análises dos dados. Podem ajudar as empresas a encontrar o melhor caminho de operação por meio de análises inteligentes dos dados orientando as empresas a se direcionarem e na tomada de decisões do negócio.

Perfil da vaga: Formação acadêmica em exatas como matemática, estatística e física são diferenciais, além de experiências com BI, Analytics e Engenharia de dados.

Salário: R$ 19 mil a R$ 29 mil

Motivo para a alta: Um dos perfis mais requisitados do mercado, independente do segmento, continua em alta. No novo cenário, os profissionais focados em trazer inteligência e estratégia para as companhias são ainda mais desejados, uma vez que podem ajudar as empresas a encontrar o melhor caminho de operação em um cenário de incerteza. Análise inteligente dos dados nunca foi tão importante e ajuda ainda mais as empresas a se direcionarem no cenário de pandemia e crise econômica.

Cargo: Desenvolvedor de Games

O que faz: Responsável pela programação dos jogos e por elencar e utilizar as tecnologias e linguagens de programação necessárias para que os games tenham todas as funcionalidades existentes. Como um simples bug de código pode impactar em todo o jogo, em geral as empresas de games são exigentes quanto ao conhecimento técnico destes profissionais. Não é exigência em todas as empresas, mas em geral quanto mais o programador gostar e se interessar pelo universo de games, melhor.

Perfil da Vaga: As tecnologias e linguagens de programação mudam de acordo com o tipo de jogo e stack de tecnologia da empresa. Em geral, tecnologias como JAVA, principalmente para o desenvolvimento do Android, Kotlin (linguagem de Android), C++, Unity e PhoneGap (HTML, CSS, JavaScript)

Salários: R$ 8 mil a R$ 15 mil

Motivo para a alta: o mercado de games cresceu muito durante a pandemia devido ao confinamento e ao aumento da utilização de jogos online como forma de esporte possível para o novo momento.

Confira CLICANDO AQUI as outras profissões nas áreas de Digital, Finanças, Agronegócio, Engenharia e Manufatura, Logística, Saúde, Jurídico, Vendas, PCD, TI, Comercial, Marketing e Operações.

Veja quais as 30 profissões que estarão em alta em 2021 Veja quais as 30 profissões que estarão em alta em 2021 Reviewed by CanguaretamaDeFato on 2.1.21 Rating: 5

Estados Unidos ultrapassam 20 milhões de casos de covid-19

 


Foto: AFP

Os Estados Unidos atingiram na 5ª feira (31.dez.2020) a marca de 20 milhões de casos de covid-19. Foram mais de 228 mil novos registros no último dia do ano passado. Até esta 6ª feira (1º.jan.2021), o país já soma 20.495.533 infectados.

O que chama a atenção é a velocidade em que os EUA bateram esta marca. Levaram 292 dias para chegar a 10 milhões de casos, e apenas mais 54 para dobrar a contagem. Desde o início de novembro, a nação de Donald Trump vem registrando mais de 150 mil casos diários praticamente todos os dias.

A maior potência mundial corresponde a quase 1/4 de todos os registros da doença no planeta (83 milhões).

A situação da pandemia nos EUA é grave, mas em 4 Estados os números impressionam. Califórnia (2,3 milhões), Texas (1,77 milhão), Flórida (1,32 milhão) e Nova York (1 milhão) possuem 7 dígitos de pessoas já infectadas pelo coronavírus. O quarteto estaria no top 20 mundial se fosse considerados países.

No ranking, os norte-americanos têm quase o dobro de casos da Índia, a 2ª colocada com 10,3 milhões de registros da doença. O Brasil esta em 3º lugar com 7,6 milhões de infectados.

Poder 360

Estados Unidos ultrapassam 20 milhões de casos de covid-19  Estados Unidos ultrapassam 20 milhões de casos de covid-19 Reviewed by CanguaretamaDeFato on 1.1.21 Rating: 5

Unicef estima que nasceram neste dia 1° mais de 370 mil crianças no planeta



Foto: Pixabay

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) estima que hoje (1º)  nasceram mais de 370 mil crianças em todo o planeta, metade delas em dez países, entre eles a Índia, China e Nigéria.

Segundo as previsões do Unicef, nasceram 371.504 bebês no primeiro dia de 2021, dos quais 60 mil na índia, cerca de 35.6 mil na China e mais de 21.4 mil na Nigéria.

Além destes, 14.161 vieram ao mundo no Paquistão, 12.336 na Indonésia, 12.006 na Etiópia, 10.312 nos Estados Unidos da América, 9.455 no Egito, 9.236 em Bangladesh e 8.640 na República Democrática do Congo.

A organização prevê também que durante 2021 nascerão 140 milhões de crianças, que terão uma esperança média de vida de 84 anos.

“As crianças que nascem hoje chegam a um mundo muito diferente do que há um ano e um Ano-Novo traz novas oportunidades de ser reinventado”, declarou a diretora executiva da Unicef, Henrietta Forre, que também recordou que em 2021 a organização cumprirá 75 anos de vida.



#Fonte: Agência Brasil

Unicef estima que nasceram neste dia 1° mais de 370 mil crianças no planeta Unicef estima que nasceram neste dia 1° mais de 370 mil crianças no planeta Reviewed by CanguaretamaDeFato on 1.1.21 Rating: 5

Luta Contra a Covid-19 Avança com Remédio Imunizante e Mais 2 vacinas na fase 3

Nova variante do coronavírus na África do Sul: preocupações fazem sentido?  - 25/12/2020 - UOL VivaBem

A batalha contra a pandemia da Covid-19 deu passos importantes nos últimos dois meses deste ano: além do início da vacinação em ao menos 45 países, duas novas iniciativas de vacinas contra a doença e um medicamento para tratar o novo coronavírus, apresentado pela AstraZeneca, chegaram à fase três de testes clínicos.

As mais recentes candidatas a vacina contra a Covid-19 a chegar ao último estágio de desenvolvimento são a Covaxin, iniciativa indiana, da empresa Bharat Biotech, e a RBD-Dimer, do laboratório chinês Anhui Zhifei Longcom Biopharmaceutical.

A Covaxin envolve apenas instituições indianas e a fase três de testes começou em 16 de novembro, com o objetivo de recrutar 26 mil voluntários. Pouco mais de um mês depois, a farmacêutica anunciou que metade desse número já havia sido alcançado. Trata-se do maior teste clínico conduzido por pesquisas de imunizantes contra a Covid-19 no país e os voluntários receberão duas doses intramusculares com 28 dias de diferença entre as aplicações.

A vacina indiana usa a tecnologia do vírus inativado e é desenvolvida pelo Instituto Internacional Bharat de Biotecnologia, em parceria com o Conselho Indiano de Pesquisas Médicas (ICMR, na sigla em inglês), através de seu Instituo Nacional de Virologia (NIV, na sigla em inglês).

Já a RBD-Dimer, conduzida por instituições chinesas, é liderada pela biofarmacêutica Anhui Zhifei Longcom em parceria com o Instituto de Microbiologia da Academia Chinesa de Ciências.

A empresa informou que a fase três de testes se iniciou no dia 6 de novembro, deve durar um ano e tem o objetivo de recrutar 29 mil voluntários. Imunizante e placebo serão aplicados em pessoas de 18 anos ou mais, de maneira intramuscular. A plataforma pela qual a vacina foi desenvolvida é chamada subunidade proteica e envolve a aplicação de proteínas do novo coronavírus diretamente no corpo humano.

 

 

 

#Fonte: CNN BRASIL

Luta Contra a Covid-19 Avança com Remédio Imunizante e Mais 2 vacinas na fase 3 Luta Contra a Covid-19 Avança com Remédio Imunizante e Mais 2 vacinas na fase 3 Reviewed by Canguaretama De Fato on 30.12.20 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.